Your Vital Signs

um projeto da Pixartprinting

Coragem, tenacidade, determinação.
Há um destino para cada um de nós.
Nós escolhemos atletas provenientes
de desportos diferentes.
Estaremos ao lado deles quando baterem
um novo recorde mundial,
seguiremos os traços que nos deixam
e que a experiência deixará
nos seus rostos e nos seus corpos.
As suas tentativas, a sua adrenalina,
a sua firmeza são nossas.
#yourvitalsigns
surf sign
running sign
downhill sign

As paixões mais fortes têm raízes na infância.
O Ivan sempre quis ser o mais rápido. E com os seus esquis de velocidade manteve vivo o sonho até
se tornar realidade: este ano, os seus 254,958 km/h
marcaram o novo recorde mundial na sua disciplina.
“Os limites”, no fundo, “cria-los aqueles que passaram antes de nós”.

Venha conhecê-lo >

O Simone pratica o esqui de velocidade,
mas a sua especialidade é elevar a fasquia:
entre o início como socorrista e uma expedição
ao K2, ele encontrou tempo para se tornar
o atleta com mais vitórias na história da disciplina.
O risco não pensa, diz ele, e a força de vontade
faz o resto. Embora a montanha lhe tenha ensinado
uma coisa: no fundo, a natureza não pode
ser controlada.

Venha conhecê-lo >

É melhor pilotar um avião ou o próprio corpo suspenso no ar? Marco não tem dúvidas: prefere saltar com o seu wingsuit e transformar a gravidade em voo até atingir os 300 km/h. “Arriscado?”, ri-se. «Não mais do que andar de carro.»

Venha conhecê-lo >

Markus nasceu com esquis nos pés.
Depois escolheu o freeski: quando está no ar
o tempo para e o arrepio torna-se um aliado.
Diz que a montanha é como a vida:
podemos conhecê-la bem, “mas haverá sempre
um pouco de risco”.

Venha conhecê-lo >

Se gosta de kitesurf e adrenalina, a sua disciplina
é o freestyle. A Francesca escolheu-a há 14 anos:
salto após salto, ela domina o equilíbrio entre
o impulso e o rigor. Sobre uma prancha a quem
chama “a minha companheira”.

Venha conhecê-la >

Impulsionado pelo vento na sua prancha de kitesurf,
o Gianmaria mantém o controlo mesmo quando
atinge os 55 nós. O ar e a água assobiam à sua volta:
ele chama-lhe “a magia dos elementos naturais”.

Venha conhecê-lo >

Foi nos trilhos catalães que a Núria Picas
começou a praticar o trail running.
Ao aprender a correr sozinha por 170 km
entre os altos e baixos das montanhas.

Venha conhecê-la >

Na sua bicicleta de montanha,
a Veronika chega aos 80 km/h em descida.
Um risco? Com certeza, mas é um risco
aperfeiçoado através de anos de prática.

Venha conhecê-la >
newsletter sign

Inscreva-se na nossa newsletter

Os seus dados não serão comunicados a terceiros.